27 março 2009


"Você vem me procurar
Faço tudo pra evitar
mas meu coração sempre te deixar entrar"




23 março 2009

Vai ser fácil...


Vai ser fácil esquecer você.

Basta não olhar o céu,

Não lembrar o mar.

Vai ser fácil esquecer você,

Basta esconder a simpatia,

Abandonar a ilusão,mascarar a alegria, viver na solidão.

Vai ser fácil esquecer você,

Basta não lembrar do seu sorriso,seu corpo molhado, seu meigo olhar.

Vai ser fácil esquecer você,

Basta de nada olhar, de nada lembrar, não viver e nem amar,

Esquecer a sua importância em minha longa existência.

Vai ser fácil esquecer você,

Basta eu mesma .... esquecer de mim.


Só que não ta nada fácil..ta doendo mto! =(

21 março 2009

"…Se não era amor, era da mesma família. Pois sobrou o que sobra dos corações abandonados. A carência. A saudade. A mágoa. Um quase desespero, uma espécie de avião em queda que a gente sabe que vai se estabilizar, só não se sabe se vai ser antes ou depois de se chocar contra o solo. Eu bati a 200 km por hora e estou voltando á pé pra casa, avariada.
Eu sei,não precisa me dizer outra vez. Era uma diversão, uma paixonite, um jogo entre adultos. Telvez este seja o ponto. Talvez eu Não seja adulta o suficiente para brincar tão longe do meu patio, do meu quarto, das minhas bonecas. Onde é que eu estava com a cabeça, de acreditar em contos de fada, de achar que a gente muda o que sente, e que bastaria apertar um botão que as luzes apagariam e eu voltaria a minha vida satisfatória,sem seqüelas, sem registro de ocorrência? Eu não amei aquele cara. Eu tenho certeza que não. Eu amei a mim mesma naquela verdade inventada.
Não era amor,era uma sorte. Não era amor, era uma travessura. Não era amor, eram dois travesseiros. Não era amor, eram dois celulares desligados. Não era amor, era de tarde. Não era amor, era inverno. Não era amor, era sem medo. NÃO ERA AMOR, ERA MELHOR”

Martha Medeiros em Divã



16 março 2009

* Brincando de casinha *




Se eu pudesse te daria todos os meus sorrisos,
todos os meus sonhos esquecidos,
todos os meus beijos rápidos
e também os beijos longos.
Se eu realmente pudesse te entregaria o meu coração,
todos meus devaneios,
todos os segredos,
o mapa da minha alma,
a receita favorita de omelete.
Te ofertaria os carinhos todos aos teus braços,
os abraços demorados,
os suspiros,
os meus bons modos,
minha malícia,
minha colcha de retalhos,
te faria cachoeiras.
Te faria meu (só meu).
Se eu pudesse te colocaria no meu colo...
te deixaria confortável junto ao meu corpo
(e te faria pra sempre feliz).

Por Natália



Um dia de cada vez...

15 março 2009

Erro?

"Que fosse terno enquanto durasse.
Como durar algo que nunca existiu??
Como admitir para si mesma
Que errará?
Errará em se envolver.
Errará em acreditar.
Errará em imaginar
Que existisse algo de verdadeiro
Naqueles beijos.
Naquele tocar.
Naquelas carícias.
Ele olhava-te nos olhos.
Ele abraçava-te veemente.
Como acreditar
Que tudo não passava De uma mera distração?
Acreditastes.
Errastes...
Pior:
Arrependera-se."


Lina Maria.



Não me arrependo de nada..sempre preferi viver à esconder-me das coisas...Sofro..choro..me emociono..Mas vivo!

"
...Bem-vindo à Disney, o mundo da fantasia, qual é o seu papel? Você pode ser um fantasma que atravessa paredes, ser anão ou ser gigante, um menino prodígio que decorou bem o texto, a criança ingênua que confiou na bruxa, uma sex symbol a espera do seu cowboy:FAZ DE CONTA QUE NÃO DÓI."




14 março 2009

Só por hoje...

Só por hoje eu não quero mais pensar em você. Você no seu mundo perfeito e feliz. Não quero me lembrar do seu sorriso, nem de toda vida que existe em você. Não quero pensar como você está. Onde você está. Com quem você está. Se vai demorar. Não quero saber porque simplesmente você não me quer. Não quero saber. Não quero mais tentar entender seus olhares, seu sorrisos, sua reações. Não quero mais. Quero mais é ficar quieta aqui no meu canto. E esquecer de tudo. E de todos. E esquecer você. Você e seu sorriso lindo. Nâo quero mais viver em função de você. Nem quero mais querer você. Chega. Chega de me sentir assim. Chega de você me fazer sentir um nada. Ainda que você não saiba que me faz sentir assim. Quero esquecer tudo. Pelo menos por hoje. Ou por quanto tempo mais eu possa agüentar. Não quero mais me importar. E não vou. Só por hoje eu quero você fora do meu mundo. Do meu coração. Que fica pequeninho só de pensar em você.


08 março 2009

Mulher é um bixo esquisito!

"...Adoro ser mulher! O jeito como nós nos preocupamos com a vida é deliciosamente divertida. Nós não conseguimos dizer o que queremos em poucas palavras. Passamos horas tentando descobrir se o esmalte da amiga é rubi com rebu ou maçã do amor.Gastamos horrores em um salão de beleza. Passamos horas escolhendo a lingerie paro o namorado e no final ele nem lembra se você estava de calcinha. Sofremos para depilar. Para emagrecer. Ficamos duas semanas fazendo a dieta do chuchu, da sopa, da lua. Vivemos no mundo da lua. Queremos ir para a lua... eu pelo menos!
Sabemos equilibrar maravilhosamente num salto alto e ás vezes até despencamos dele...com classe! Choramos por tudo, choramos por nada. Esperamos e-mails que nunca chegam, mandamos e-mails que nunca deveriam ter ido. Vigiamos o celular esperando uma ligação e quando ligam, não atendemos ( não podemos parecer desesperada).
Mulher é assim, acha que pode tudo. Quer ser uma excelente profissional, uma excelente mãe, uma excelente amiga. E se não bastasse ainda tem que dar conta de ser esposa, amante, cozinheira, faxineira, psicóloga, médica .... somos o que for preciso ser e fazemos dando o melhor de nós!
O que me irrita é saber que na maioria das vezes somos incompreendidas. Somos taxadas como loucas, neuróticas, exageradas, sentimentalistas, quando na verdade a só queremos um pouco mais de sensibilidade no mundo. Não queremos ser a certa, apenas amadas. Não queremos o corpo da Juliana Paes e o rosto da Jolie ( na verdade queremos, mas...), apenas que nos aceitem com nosso defeitos que diante de tanto que podemos dar, se tornam pequenos. Queremos flores, velas, romantismo, carinho e respeito, cremes, promoções, reconhecimento e amor. Custa?
Acredito que se cada mulher tentar colocar um pouco mais de feminilidade no mundo, as coisas vão se ajeitar, e quando notarmos, a vida estará mais cor de rosa."






“Ele sorriu para mim. E perguntou:

- Você vai para a Liberdade?
- Não, eu vou para o Paraíso.
Ele sentou-se ao meu lado. E disse:
- Então eu vou com você."


Parabéns às GRANDES mulheres!
Feliz..feliz!!
=D

05 março 2009

Arrisque!

"Tem gente que é assim. Entra na nossa vida de repente. Abre a porta, senta no sofá, pés na mesinha de centro, pega meu livro, folheia minhas páginas marcadas (dicas de mim?). Eu perplexa. Parada. Mãos na cintura. Sobrancelhas arqueadas. Boquiaberta. Abobada. De rabo de olho, bate a mão no sofá (senta aqui). Sento. Ganho beijo estalado na bochecha. Um sorriso torto e me desarmo toda. Pronto. Minhas noites de sábado têm dono, meu coração se ajeita pra caber mais alguém aqui. Sou mulher de coração elástico. Não sei cozinhar em banho-maria, uso fogo alto, chama azul que queima fundo. Você entrou ontem, pode ir embora amanhã, mas sempre teremos o hoje. E no hoje temos o agora, que é nosso e de mais ninguém. Ai como são minhas suas palavras, como sabem ser leves suas mãos pesadas. Me envolvo em você, molde perfeito, como roupa feita sob medida. Com você me descuido e vou. Vou. De mãos dadas, coração aberto e olhando pro lado. Você olha pra frente e me guia (minha estrela?). Quero você em doses nada homeopáticas. Tomar o vidro de remédio de uma vez só. Com direito a todos os efeitos colaterais. Porque a gente é tão bom como beber champagne na garrafa. Nossas bocas são nossas taças. E isso basta. Basta no nosso agora. (e amanhã?). Sou intensa na medida da minha vontade. Se tem dúvidas, vide-bula. Vai encontrar só uma contra indicação: ela não aceita indecisão. E não me deixe muito tempo em lugares escuros, longe da luz. Sou personagem principal e quero você como meu sol."
Natália Monique.








"... É força antiga do espírito virando convivência de amizade apaixonada Sonho, sexo, paixão... vontade gêmea de ficar e não pensar em nada Planejando pra fazer acontecer ou simplesmente refinando essa amizade Eu vou dizendo na sequência bem clichê... EU PRECISO DE VOCÊ ..." (Balada do Amor Inavalábel _ Skank)





01 março 2009

Eu nunca fui uma moça bem-comportada. Afinal, nunca tive vocação pra alegria tímida, pra paixão sem beijos quentes ou pro amor mal resolvido sem soluços. Eu quero da vida o que ela tem de cru e de bonito. Não estou aqui pra que gostem de mim. Estou aqui pra aprender a gostar de cada detalhe que tenho. E pra seduzir somente o que me acrescenta. Sou dramática, intensa, transitória e tenho uma alegria em mim que as vezes me cansa. Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes ...Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer: - E daí? eu adoro VOAR! O escondido pra mim é bem melhor, e o perigoso é divertido. Eu sei sorrir com os olhos e gargalhar com o corpo todo. Também sei chorar toda encolhida abraçando as pernas. Por isso, não me venha com meios-termos, com mais ou menos ou qualquer coisa. Venha a mim com corpo, alma, voracidade e falta de ar... Eu acredito é em suspiros, mãos massageando as costas, o peito ofegante de saudades intermináveis, em alegrias explosivas, em olhares faiscantes, em sorrisos com os olhos, em abraços que trazem paz pra minha vida. Acredito em coisas sinceramente compartilhadas. Em gente que fala tocando no outro, de alguma forma, no toque mesmo, na voz, ou no conteúdo. Eu acredito em profundidades. E tenho medo de altura, mas não evito meus abismos. São eles que me dão a dimensão do que sou.





"Preciso de um beijo seu prá gente continuar
O fogo já acendeu
E não dá mais prá apagar
Na rua não tem nínguem
Ninguem pode enxergar
Além da nossa paixão
Que mora em qualquer lugar"

=D




Grandes e pequenas mulheres

"Há mulheres de todos os gêneros. Histéricas, batalhadoras, frescas, profissionais, chatas, inteligentes, gostosas, parasitas, sensacionais. Mulheres de origens diversas, de idades várias, mulheres de posses ou de grana curta. Mulheres de tudo quanto é jeito. Mas se eu fosse homem prestaria atenção apenas num quesito: se a mulher é do tipo que puxa pra cima ou se é do tipo que empurra pra baixo. Dizem que por trás de todo grande homem existe uma grande mulher. Meia-verdade. Ele pode ser grande estando sozinho também. Mas com uma mulher xarope ele não vai chegar a lugar algum. Mulher que puxa pra cima é mulher que aposta nas decisões do cara, que não fica telefonando pro escritório toda hora, que tem a profissão dela, que o apóia quando ele diz que vai pedir demissão por questões éticas e que confia que vai dar tudo certo. Mulher que empurra pra baixo é a que põe minhoca na cabeça dele sobre os seus colegas, a que tem acessos de carência bem na hora que ele tem que entrar numa reunião, a que não avaliza nenhuma mudança que ele propõe, a que quer manter tudo como está. Mulher que puxa pra cima é a que dá uns toques na hora de ele se vestir, a que não perturba com questões menores, a que incentiva o marido a procurar os amigos, a que separa matérias de revista que possam interessá-lo, a que indica livros, a que faz amor com vontade. Mulher que empurra pra baixo é a que reclama do salário dele, a que não acredita que ele tenha taco pra assumir uma promoção, a que acha que viajar é despesa e não investimento, a que tem ciúmes da secretária. Mulher que puxa pra cima é a que dá conselhos e não palpite, a que acompanha nas festas e nas roubadas, a que tem bom humor. Mulher que empurra pra baixo é a que debocha dos defeitos dele em rodinhas de amigos e que não acredita que ele vá mais longe do que já foi. Se por trás de todo grande homem existe uma grande mulher, então vale o inverso também: por trás de um pequeno homem talvez exista uma mulher pequena."

Martha Medeiros





Prefiro não comentar! =P